domingo, 12 de julho de 2015

Regulamentação Jogos Online Portugal - Suspensão de jogos a dinheiro real

Como calculo que já sabem, a Pokerstars e a Fulltilt anunciaram que vão fechar o acesso dos portugueses aos jogos de dinheiro real. 

Já grande parte das skins da ipoker tinham informado os jogadores que iam deixar de trabalhar com o mercado português, mas, ao menos,  a pokerstars e a fulltilt anunciaram que se iam candidatar a licenças no novo mercado.

A regulamentação dos jogos online era algo falado há anos e que, como grande parte dos grandes assuntos, sempre foi um tema controverso.

Há sempre quem tema a regulamentação, não só porque todas as mudanças são por vezes assustadoras, mas porque a confiança nas decisões políticas dos governos portugueses é, em grande parte, nula.

Numa situação ideal, um jogador que ame o poker ao ponto de querer fazer disso profissão, ficaria satisfeito por poder assumir-se como jogador de poker profissional. 
No entanto, a constante incapacidade do governo português em matérias de tributações, saúde, ensino, numa clara demonstração de falta de visão de futuro e estudo do passado, tornam qualquer optimista apreensivo.

Na altura que saiu o "rascunho"  da lei, li na diagonal algumas coisas, mas não tenho conhecimentos para analisar a lei de forma correcta e profunda.

Uma coisa que salta à vista e desagrada é ver o poker, um jogo que eu adoro, na categoria de jogos de azar. Pôr no mesmo saco roleta, poker e euromilhões é admitir que se desconhece os jogos e a própria matemática.

Pontos positivos:
Para mim, o grande ponto positivo é o facto do mercado português não ser fechado. Podermos jogar/apostar contra jogadores internacionalmente seria o mínimo para assegurar a continuação dos jogos online em Portugal.
Gosto do facto de poder escolher trabalhar com as e-wallets (Neteller, Moneybookers/Skrill) ao invés de ter de ficar associada a uma conta bancária (lembro-me que para fazer levantamentos na stars francesa tinha de ser através conta bancária, mesmo que o depósito tivesse sido por carteira virtual).
Para muitos é também visto como positivo o facto de uma pessoa a jogar em Portugal não ser directamente tributada. Se isso implica uma carga fiscal sobre as operadoras que vai desincentivar a candidatura a licenças, ou as condições apresentadas aos jogadores é algo que iremos saber com o tempo.
Vamos ver o quão apetecível vai ficar Portugal aos jogadores de outros países. (noto por exemplo vários acessos da parte de Espanha nos últimos dias)

Li também comentários de jogadores preocupados com o facto de Portugal ter suspendido os jogos a dinheiro real enquanto decorre o processo de regulamentação, embora concorde que, mais uma vez, haveria outra forma de resolver a situação, não acho que isso seja sinal de nada.

Lembro-me que na Bulgária os jogadores e apostadores deixaram de ter acesso aos sites e isso não impediu as casas de obterem licença num mercado que ficou aberto (ao contrário do mercado francês e espanhol).

Se tiverem informações deixem comentários, é importante discutir o assunto e partilhar as novidades que forem surgindo.

Para quem se sentir um pouco perdido, recomendo estar atento aos sites:
Turismo de Portugal - entidade responsável pela regulamentação do jogo online
ANAO - Associação Nacional de Apostadores Online - recomendo especialmente a leitura das FAQs sobre o RJO (Regime Jurídico dos Jogos e Apostas Online)
Pokerpt - comunidade de jogadores de Poker Portugueses, os jogadores têm partilhado informações e dúvidas nalgumas notícias como a da suspensão por parte da pokerstars.
Aqui e no facebook, vamos partilhar também o que soubermos.

Não fico feliz por este período em que não podemos jogar a dinheiro, nestes últimos dias recordo os jogadores dos EUA quando acordaram com o acesso bloqueado, mas nós sabíamos que mais cedo ou mais tarde algo tinha de mudar.

Temos  mais um dia para nos "despedir" e espero que seja um "até já" breve.

See you again :)



Nota: Este artigo foi escrito "à antiga"

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Optimismo


 Já escrevi aqui sobre sonhos e trabalho, já escrevi sobre a variância da vida, hoje quero pensar no papel do optimismo.


Para mim, o maior valor do optimismo é tornar-nos mais predispostos a encontrar soluções, em vez de estarmos completamente focados "no pior que pode acontecer".

Lembro-me de ter lido algures que as pessoas optimistas vivem mais tempo, não me recordo se era uma informação fiável ou se tinha estudos que a confirmassem, mas parece-me ser mais uma boa razão para acabar com o pessimismo que há em nós.
Não sei se vão viver mais tempo, mas acredito que serão mais felizes.

Muitas vezes na sociedade de hoje, associa-se optimismo a algo menos positivo, como se o árduo caminho do pessimismo é que desse mais trabalho e fosse de valorizar...
Se houver alguém que leia isto e concorde, tentem ser optimistas em Portugal e digam-me se dá pouco trabalho ;)

Interrogo-me se os(as) jogadores(as) de poker são maioritariamente pessimistas ou optimistas?

Haverá uma forma fácil de distinguir? Talvez...

Costumam gritar para o dealer quando estão em  draw?
Gritam pela(s) carta(s) que vos vai fazer ganhar?
Ou gritam para não aparecer a(s) carta(s) que vos vão fazer perder?

Calculo que em qualquer dos casos os jogadores conheçam todas as suas hipóteses, mas é interessante as escolhas que fazemos, mesmo no "simples" caso de um jogo de cartas.

Se imaginarmos uma situação difícil, ou um sonho "impossível" (não sei se os há), ter um lado optimista vai fazer com que acreditemos em primeiro lugar que há uma forma de resolver ou alcançar o que queremos e precisamos.  
Acreditar que é possível é o primeiro passo para poder ver ou inventar soluções.

E então, vão gritar por que carta?

No caso de precisarem de ajuda para mudar o vosso espírito e tornarem-se fervorosos praticantes do optimismo ( àmen!), usem a música se só com a mente não der :P

Façam playlists!
Para jogar



para acordar




para motivar


simplesmente ouçam, cantem, dancem e se quiserem deixar umas dicas de músicas, agradeço.

E agora vão ser felizes, que tudo é possível :)

Bons sonhos!
Bom trabalho!


Nota: Este artigo foi escrito "à antiga"


RIP

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Perfeição

Há cerca de um mês atrás alguém me perguntou se andava com menos ânimo para o poker, uma vez que não tenho escrito nada por aqui.

Na altura essa questão aparentemente simples pôs-me a pensar mais conscientemente sobre o(s) verdadeiro(s) porquê(s).

A vontade de jogar nunca desaparece (pronto, do rótulo de viciada já não me safo :P), mas dou por mim a arranjar desculpas para não jogar.

Está sol, está muito frio/calor, está barulho, é de dia/noite, não estou a 100% fisicamente, não vou conseguir concentrar-me completamente... 

No fundo  se quisermos arranjar desculpas para não fazer algo, conseguimos sempre.
Nunca vos acontece?
 
Isto lembra-me este vídeo:
 

O que me leva à questão inicial e ao título do post: Perfeição

Se eu quando me sento numa mesa não jogo apenas Ases, porquê esperar pelo momento perfeito onde corpo/mente e ambiente vão estar alinhados na sua plenitude para ter a sessão perfeita?

Às vezes olhamos para os nossos defeitos e pensamos que eles são apenas nossos, mas depois cruzamo-nos com um vídeo como este e lembramo-nos que não. 
 
E aproveitamos e matamos a saudade de escrever um bocado.

E de seguida sentámo-nos numas mesas ;)

Boa sorte para todos!

quinta-feira, 22 de maio de 2014

Ganhei uma milestone

Não tenho jogado na Stars (estava com Bronze no início desta semana), mas andava com saudades e a promo das milestones é sempre apetecível... 
Ontem não joguei, mas hoje não só joguei, como calhou numa das minhas mesas e ainda ganhei essa mão (com Q3, o jogador do AK não deve ter ficado muito contente). 
Como gosto de partilhar as coisas boas, aqui fica:
Moral da história: água mole em pedra dura..
Boa sorte, espero que também ganhem uma lotaria e na mesa mais "alta" que tiverem aberta :)